No dia 22 de março, o espectáculo “A Bailarina Espe(cta)cular” veio ao nosso colégio, no âmbito das comemorações do Dia Mundial do Teatro.
Um espectáculo de dança, para crianças a partir dos 3 anos em formato de dueto entre uma bailarina e uma caixa-armário-espelho, com encenação de Manuel Tur, texto de Regina Guimarães, cenografia do coletivo Moradavaga e interpretação de Sara Silva.
Antes da apresentação o grupo de crianças teve oportunidade de falar sobre histórias: como se deve contar uma história; se deve ser sempre feliz; o que são personagens; o que é um avô; se uma caixa pode ser uma amiga; etc., tudo a partir do tema da peça e deixando-as espectantes para o que poderão ver.
As bailarinas foram crianças. Cresceram para a dança obrigando o corpo e a cabeça a caberem dentro de um certo molde. O que é que se perde ou se alcança quando se realiza um sonho de dança? Perguntando-se quem sonha a criança que dança, uma bailarina encontra, pela dança, a criança contando como foi sonhada.