O aluno João Leite, do 12.º ano, participou na EDU-Arctic Competition, um projeto financiado pela União Europeia, que visa mobilizar os resultados da investigação científica conduzida nas zonas polares para a sala de aula, fortalecendo os curricula escolares STEM e, consequentemente, a literacia científica a nível europeu.
Manifestando um enorme interesse pela Biologia e, sobretudo, pelo trabalho de campo investigativo, o João prontamente aceitou o desafio e desenvolveu, ao longo do ano letivo, em MIP, o problema a investigar e os protocolos experimentais para a sua execução.
«Studying biota as microplastics reservoir in the Arctic region» foi o trabalho apresentado sob a forma de artigo e de poster científicos.
Para a avaliação do trabalho era solicitado que o mesmo contivesse argumentos bem construídos e fundamentados, indicativos de um conhecimento efectivo sobre o tópico selecionado, assim como uma visão clara sobre os problemas ambientais contemporâneos com impacto a nível global.
Neste percurso, foi fundamental o apoio científico do Departamento de Química da Universidade de Aveiro, especificamente do Professor Doutor Armando Duarte, a quem deixamos um profundo agradecimento.
O poster desenvolvido pelo João obteve 4.11/5.00 pontos, correspondendo a um 18.º lugar num universo de 160 participantes a nível mundial.
“O João apresentou um trabalho de uma qualidade excecional”; as palavras da coordenadora do Projeto EDU-Arctic não podiam ser mais gratificantes.
O João vai ter agora a oportunidade de analisar amostras de zooplancton e de pellets de aves marinhas, ambos recolhidos no Ártico, e de submeter os seus resultados para uma apresentação na conferência POLAR2018, evento organizado pelo Scientific Committee on Antarctic Research [SCAR] e pelo International Arctic Science Committee [IASC], a realizar em Davos, na Suiça, de 19 a 23 de junho.

Parabéns João! O esforço e a dedicação valem sempre a pena.
Votos de muito sucesso para as próximas etapas do projeto e esperamos ver o CLF representado na POLAR2018!