O Colégio Luso-Francês foi convidado a integrar uma rede de 10 escolas piloto que implementarão o projeto OSOS – Open Schools for Open Societies – a nível nacional.
O projecto OSOS [https://www.openschools.eu/] tem como principal objectivo descrever e implementar, em larga escala, um processo de transformação das escolas em ecossistemas inovadores de aprendizagem, actuando como espaços multidisciplinares para a aprendizagem das Ciências para os quais directores de escola, professores, alunos e comunidade local partilham responsabilidades e beneficiam do desenvolvimento de uma cidadania responsável.
Tendo como objetivo que cada escola funcione como uma incubadora de inovação associando universidades/centros de investigação, museus/centros de ciência, associações de pais, indústria e outros stakeholders, para darem resposta a problemas da comunidade local.
OSOS assenta no modelo Open Schooling no qual são criados hubs onde a escola funciona como um acelerador de inovação numa comunidade que se quer activa, democrática e participativa.
O consórcio OSOS contempla 19 parceiros [Ellinogermaniki Agogi, Grécia; Cité de l’espace, University of Deusto, Dublin City University, European School Heads Association, Bloomfield Science Museum Jerusalem, Fondazione Idis-Città della Scienza,INTRASOFT International, NEMO Science Museum, ORT Israel, Science View, University of Bayreuth, University of Turku, Open Science Foundation, Agência Nacional Ciência Viva, European Physical Society, Curtin University, Institute of Educational Policy, NUCLIO – Núcleo Interativo de Astronomia e MIT – Massachusetts Institute of Technology], representando 10 instituições europeias e 3 instituições não europeias [Israel, Austrália e EUA].
Num horizonte 2020, OSOS pretende envolver 1000 escolas em rede.
O Colégio Luso-Francês, pela sua dinâmica de projeto, seguindo metodologias Inquiry-based [IBSE], integra o projeto OSOS. Enquanto instituição, esperamos continuar a construir respostas às exigências de uma formação científica, humanística e artística, trajecto percorrido há já 8 décadas

 

Galeria de fotos